domingo, janeiro 13, 2019

Melodia frágil



Não esqueci-me de voltar á realidade sair dessa fantasia cintilante que transparece na minha mente.
Voltei com a certeza de que eu te amava, de que eu sentia uma paz dentro de mim que precisava de ser escrita, precisava talvez de ser estudada por tão profunda e louca que é.
Sou uma apaixonada compulsiva, vivo nessa inconstância de seguir o meu coração e fazer parte dos teus sonhos.
Parece que sempre soube que estava pronta para fazer parte da tua vida.
Estava pronta para fazer parte de um presente que ainda estava á espera de ser entregue, estava demasiado envolvida e focada em conhecer-te por dentro.
Estou a bastante tempo á procura de uma mente que dê mais tesão que um corpo igual a todos outros, foder o teu corpo, deixar a minha marca, a minha saudade ou até um bilhete para a tua volta, posso levar-te ao orgasmo, mas nada é satisfatório de escutar uma mente que livra da agónia e leva-me ao climáx.
Um corpo que aguenta o calor do meu e conta-me mais um pouco da felicidade encostado ao ouvido, com uma mania de roubar-te sorrisos sinceros.
Sinto-me frágil junto da tua melodia que combina tão bem com os sonhos que tenho contigo, sonhos que precisava de nunca mais acordar para poder viver dentro da tua boca perdendo o sabor da canela quente e meio picante entre os nossos lábios.
Perto de ti torno-me numa poeta desconhecida, sem descrição apenas querendo ser servida de amor, respeito, quase colocada num pedestal, cheia de força para trazer-te á vida cada vez que quiseres desistir e trazer-te os pedaços do teu coração que foste deixando cair por aí.
Foste deixando recuperar o que não fazia mais sentido dentro de ti, eu não prometo, mas eu vou estar a tua espera, eu vou estar aqui.



terça-feira, janeiro 01, 2019

Dá para acreditar?

Dá para acreditar?
Não consigo acreditar no quanto estou feliz por estares na minha vida!
Queria fechar os meus olhos e o meu coração para poder ver com atenção a calmaria que vive dentro desse teu sorriso, e da tempestade que transparece cada vez mais nesse teu olhar fundo.
Precisava das tuas mãos sofridas no meu rosto e desse teu jeito cheio de segredos que fazem ter mais curiosidade de conhecer ainda mais.
Não quero invadir o teu espaço, eu queria apenas estar e beijar-te sem parecer evasiva...
Meio que quero invadir sim, deitar-me no teu corpo como se quisesse roubar todo o teu perfume, limpar toda a frustação, essa pequena vontade de odiar a vida, trazer-te minutos de felicidade e dizer-te como eu amava escutar a tua alma gritar contra a minha.
Sinto uma grande necessidade de fazer-te feliz e matar a fome que vai matando as tuas palavras que deixam paralisado no vazio, num caminho sem rumo ou numa música sem fim.
Não sou de curar almas, mas não resisto em não contribuir para ver mais um alma florir nos meus braços, nas minhas frases completas e em todo meu carinho.
Gostava de fazer acreditar que ver-te feliz não é uma perda de tempo, mas sim um resgate á beleza que coloco em todas as coisas.
Espero estar agir certo deixando-te fazer todas as escolhas que permitam que eu esteije atravessada no meio do teu caminho.
Sempre que olho para os teus olhos consigo perceber aquilo que eu quero que é continuar a proporcionar paz na tua alma, uma exitação sem fim assim que ouves a minha voz e uma saudade que não precisamos de correr muito para encontrá-la.
Sim, porque já sabemos onde nos encontrar conectados, vazios, nus, sem dor, apenas ali um para o outro.
Acreditas em mim?

terça-feira, dezembro 25, 2018

Poderia ter sido



Precisava de saber quem sou eu, precisava de saber onde eu estava e o que poderia fazer.
Meio perdida, com os pensamentos congelados penso como posso encaixar cada coisa que sinto sem precisar de subir as escadas que estão bem a minha frente sem precisar de correr.
Poderia ter sido, poderíamos ter sido, nós seríamos aquilo o que sempre quisemos ser para o outros, mas havia um espelho espedaçado diante dos meus olhos que dizia que eu deveria ser algo.
Este espaço vazio dentro de mim entrega-me a um campo cheio de rosas, sorrisos, um pouco de esperança para não acreditar em mais nada.
Acreditei tanto que odeio cada segundo gasto tentando recuperar o que poderia ter dito ou feito.
Acreditei ao ponto de ter que enfrentar a realidade que eu não queria.
Mudava as folhas do meu livro e espalhava todas aquelas páginas delicadas no chão pisado por meio mundo que não saberia da minha existência.
Acreditei que poderia esconder-me por trás das árvores pensando que estaria invísivel quando os pensamentos falavam mais alto buscando o passado, concertando o futuro e destruindo o meu presente.
Este sentimento faz-me sentir tão tonta e confusa que eu não sei o que fazer, eu tenho medo, tenho medo de ter coragem de olhar em frente e ter de seguir um caminho diferente daquele que algum dia pensei seguir.

quarta-feira, dezembro 19, 2018

Tappered Cut




Olá grandes sonhadores/as!
Finalmente, venho com toda a minha felicidade partilhar o meu novo corte de cabelo.
Depois de estar quase uma semana á espera deste grande momento pude realizar mais um sonho neste ano de 2018, que era fazer este corte e puder confiar nas mãos do Thon Eduardo.
Hoje fiz uma pequena viagem até ao Studio de Thon Eduardo com o meu GPS entrando nas ruas erradas, mas consegui chegar e desfrutar da companhia do Thon.



O corte que eu fui fazer foi o Tappered Cut, eu andei algumas semanas a pesquisá-lo muito bem no Pinterest, e a preparar-me psicologicamente para o que eu iria fazer porque mesmo sabendo que gosto de mudanças radicais também queria fazer com alguém que soubesse cuidar do meu tipo de cabelo.



Fiz o corte que queria e também quis fazer umas madeixas para clarear o meu cabelo e dar um aspecto diferente, fui com ideia de uma cor, mas como o meu cabelo estava muito escuro apenas pegou esta cor meio acobreado do resultado final que eu gostei muito mais da ideia que tinha.





Possa ser que para a próxima faça algo mais louco, não posso esquecer de dizer que ele fez uma nutrição muito boa no meu cabelo e admito que durante todo o processo eu estava com um sorriso na cara porque estava muito feliz e ele deixou-me logo á vontade.
Foi uma experiência incrível, fui muito bem tratada e saí de lá muito mimada e cheia de amor e vontade de voltar, e apartir de hoje ele passou a ser o meu cabeleireiro oficial e o único que irá tocar no meu cabelo.



Achei por bem concluir assim o meu ano com este corte que acho que combina mais com o que estou a sentir e esta fase da minha vida tão boa, sinto que este penteado revela o poder e a força que está bem dentro de mim.
Desejo a todos um bom final de ano!

domingo, novembro 25, 2018

O meu amanhacer, o meu pôr de sol...




Nunca tinha sentido o frio deste apartamento de estar tão sozinha com vontade de beijar a tua boca e dizer-te o quanto eu amo-te.
Estava mais que acostumada a chegar ao ponto de mandar-te mensagem para fazermos amor neste sofá que deixa desolada por não ter por perto deixando as minhas pernas bambas de tão bom que iria ser.
Comecei a precisar do teu sentimento alinhar com o meu assim como os teus lábios ficavam com cada pedaço meu, e deixava a saudade de não sentir-te no meu peito explorando cada detalhe.
Viciei-me na expectativa que estarias sempre aqui para mim nem que fosse para viciar-me nesse teu sorriso, nessa tua tesão jovem, nessa tua vontade de ocupar um espaço na minha vida, no meu corpo, na minha mente, e admito que não consigo tirar-te da minha vida.
Eu quero que fiques aqui comigo, pode ser abraçado ao meu corpo nu arrepiado iluminado com a luz da cidade que nos rodeia, pode ser de joelhos entre as minhas pernas fazendo contorcer e desarrumar toda cama.
Penso como seria estar contigo e não desarrumar toda a cama, todas as minhas forças e superar os meus limites.
Parece tudo tão pacífico e confidencial até o ardor que deixas no meu pescoço, uma pequena presença tua ou uma força selvagem de gritares a um mundo mudo de que eu sou tua.
É um ciclo que sobrevoa sobre nós fazendo parte dos nossos amanheceres e pôr de sol, com essa minha vontade de viver dentro do teu olhar obssessivo, com as minhas ancas encaixadas nas tuas mãos feitas á medida do meu corpo enquanto trazes-me a loucura e o vício de nunca mais separar-nos.
Para me amares não te peço que me prendas na cama deixando vulnerável, mas que tenhas a certeza que conhecemos tudo um do outro numa só noite.
Aí podes ir embora e voltar para recordar num próximo amanhecer.