terça-feira, dezembro 25, 2018

Poderia ter sido



Precisava de saber quem sou eu, precisava de saber onde eu estava e o que poderia fazer.
Meio perdida, com os pensamentos congelados penso como posso encaixar cada coisa que sinto sem precisar de subir as escadas que estão bem a minha frente sem precisar de correr.
Poderia ter sido, poderíamos ter sido, nós seríamos aquilo o que sempre quisemos ser para o outros, mas havia um espelho espedaçado diante dos meus olhos que dizia que eu deveria ser algo.
Este espaço vazio dentro de mim entrega-me a um campo cheio de rosas, sorrisos, um pouco de esperança para não acreditar em mais nada.
Acreditei tanto que odeio cada segundo gasto tentando recuperar o que poderia ter dito ou feito.
Acreditei ao ponto de ter que enfrentar a realidade que eu não queria.
Mudava as folhas do meu livro e espalhava todas aquelas páginas delicadas no chão pisado por meio mundo que não saberia da minha existência.
Acreditei que poderia esconder-me por trás das árvores pensando que estaria invísivel quando os pensamentos falavam mais alto buscando o passado, concertando o futuro e destruindo o meu presente.
Este sentimento faz-me sentir tão tonta e confusa que eu não sei o que fazer, eu tenho medo, tenho medo de ter coragem de olhar em frente e ter de seguir um caminho diferente daquele que algum dia pensei seguir.

2 comentários

  1. Também tenho medo de seguir um caminho diferente daquele a que me estava a acostumar mas quero pensar positivo sempre! Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim o principal e arriscar mesmo e pensar positivo. Obrigada por sempre estares presente aqui no blog! ❤️

      Eliminar