terça-feira, maio 08, 2018

Poemas para ti



É bonita a forma como eu passo horas em frente a um espelho preparando para ver-te e ainda falo com esse espelho como se ele fosse responder.
Tento tirar todas as dúvidas e inseguranças de cima dos meus ombros.
Encontro beleza naquelas folhas quadriculadas em que insisto em escrever o teu nome ou até mesmo preencher com pequenos corações.
Parece que as margens dessas folhas foram feitas para escrever poemas sobre amor e saudade.
Esperei o tempo todo pela tua chegada controlando as horas do meu relógio de pulso, o primeiro relógio da minha vida e que finalnente estou a dar uso.
O tempo insiste em não passar, mas eu estarei criando músicas que nunca irei dedicar poemas que nunca irei citar, o teu retrato que não canso de desenhar e a tua boca que na minha mente não canso de beijar.
Ficarei amar-te sem poder pronunciar mesmo que seja a coisa que eu mais quero falar.
Nos meus sonhos não me canso de estar contigo parece que ganho toda a coragem e estou com quem quero estar.
Pacientemente espero um dia ter coragem de viver o amor escrito num diário de ao menos tentar mesmo se eu falhar, mas eu tentei, e por sua vez amei mais uma vez.

1 comentário