quinta-feira, 12 de outubro de 2017

24 coisas que aprendi em 24 anos



Olá grandes sonhadores/as!
Hoje é dia 12 de Outubro, foi o dia em que nasci que mais necessariamente comecei a sonhar e tornei-me na mulher que sou hoje.
Estou muito feliz de ter chegado aos 24 anos, eu nunca pensei que fosse sentir tão bem por estar a ficar mais velha, com algumas responsabilidades, rodeada pelos amigos certos, o namorado certo, a minha equipa de trabalho certa, o trabalho certo, e recentemente o meu apartamento alugado.
Muitas coisas mudaram como é óbvio, mas mesmo tendo acontecido coisas muito tristes na minha vida também fui abençoada com outras mais alegres.
Esta é a minha primeira vez a postar um post do gênero, mas espero conseguir listar tudo o que aprendi.
Vamos começar:
1- " Que o meu "sim" sempre signifique um "sim" e o meu não" um "não".
Durante a minha vida, eu sempre coloquei-me em situações bem desconfortáveis porque não conseguir responder ás pessoas com um sim mais firme ou um não, e isso foi prejudicial para mim porque vivia constantemente com uma sensação de medo e mau estar.
Hoje já consigo controlar melhor essa situação de não fazer apenas a vontade do outros.

2- Cabelo Crespo.
Assumi o meu cabelo natural do jeito que ele é, sem definição, mas cheio de volume.
Apesar de ainda ouvir muitos comentários acerca do meu cabelo, de como poderia estar melhor ou não, eu simplesmente não absorvo mais esses comentários para mim porque eu sei que demorei anos para aceitá-lo e ainda assim ter uma auto-estima suficientemente boa para sair a rua com o meu cabelo solto e sentir-me linda e maravilhosa.

3- Casa.
Eu comecei a gostar de estar mais em casa, quietinha no meu canto, no meu silêncio, com a minha inspiração e com a minha vontade de fazer tudo o que desse na cabeça.
Hoje, passei a gostar muito de ficar em casa a ver televisão com uma manta, o meu tablet de lado a ver inspirações no pinterest e com um copo de vinho.

4- Trabalho.
Aprendi que trabalhar dá um gozo do caraças  quando estamos rodeados de pessoas com personalidades diferentes, mas que ao mesmo tempo são divertidas e que nos fazem esquecer de todos os problemas possíveis.
E o maior gozo é que depois de um mês a trabalhar recebo o meu salário e posso comprar coisas que nunca comprei e divertir-me com isso.
Eu nunca pensei que fosse gostar tanto de trabalhar na empresa em que estou porque ajudou-me a ultrapassar muitos medos que eu tinha e fez-me acreditar mais em mim.

5- O meu corpo, o meu espaço.
Ainda estou a lutar contra o meu corpo como sempre foi, mas para melhor, ainda com algumas comparações tenho aprendido que não posso exigir tanto dele senão eu posso ficar doente e arranjar problemas muito graves de saúde.
Eu aprendi que tenho de dar tempo ao meu corpo e amá-lo mais mesmo que só esteije de meias e t-shirt.
E uma coisa que aprendi foi a olhar para o meu corpo de verdade em frente a um espelho e a tentar namorar ele o tempo que for preciso.

6- O meu blog.
Adoro o meu blog, adoro estar aqui e escrever textos que não sei de que parte de mim eles vem, mas cada vez mais aprendo que o que vai fazer mais feliz não são os números e quantas visualizações tive num determinado texto, mas vai ser com certeza saber quantos corações eu toquei pelas palavras que as pessoas deixam na minha caixa de comentários.
E é tão bom porque tudo isso é capaz de mudar o meu dia.

7- Tirar sempre a maquiagem antes de dormir.
Antes eu achava que não era prejudicial, mas desde que comecei a tomar conta da minha pele só tenho sentido cada vez melhor com ela.
Porque quando faço uma limpeza a minha pele é como se estivesse a tirar um grande peso de cima de mim e ter a pele que sempre quis.

8- Amizades.
Os amigos vão e vem. Os que tiverem que ficar irão ficar nem que seja para fazerem-nos felizes naquele momento em que eles estão presentes.
Eu aprendi que não precisamos que estar sempre em contato ou presentes na vida um do outro para mostramos a nossa amizade.
Porque felicidade é receber uma mensagem ou enviar outra sem querer nada em troca e isso encher o nosso coração de carinho.

9- Namorado.
As relações sempre irão ter fases boas e más, mas o mais importante é lutarmos juntos e mais unidos do que nunca.
É prevalecermos no amor que construímos juntos, devemos sim tentar sair das rotinas, sorrir mais juntos e o mais importante comportar-nos como dois amigos que era isso que era do meu namorado até o amor cruzar-se conosco.
Aprendi que ás vezes mais vale ficar calada, respirar fundo e falar nas alturas em que estiver mais calma.

10- Silêncio.
Aprendi que ficar calada nos momentos certos já livrou-me de muitas situações que não iriam ser muito boas para mim porque eu conheço-me o suficiente para saber quais são os meus limites e que coisas eu não irei querer escutar.

11- Roupa
Aprendi que não irei mais sentir satisfação em comprar tantas peças de roupa quando vou ás compras porque antes eu comprava muito por impulso e eu aprendi que devo controlar-me mais porque senão acabo sempre por arrepender-me.

12- Não querer fazer tudo ao mesmo tempo.
Antes eu acordava muito elétrica então planeava fazer umas 5 coisas só num dia, e essas 5 coisas levavam algum tempo para ser feitas.
Eu acabava por perder a animação e não fazer nada do que tinha planeado, então eu agora só tento fazer uma coisa ou duas com calma para que resulte e sinta que consegui tirar proveito disso.

13- Abraços são gostosos sim!
Aprendi que abraçar alguém, sentir o seu calor, o seu aconchego, o seu carinho, as suas palavras é umas melhores sensações de paz.
E eu adoro pessoas que saibam abraçar e façam sentir-me bem.

14- Não reclamar tanto.
Essa está difícil! Tenho de parar de dizer: " Se não for assim então não serei feliz..."

15- Amo cozinhar.
Cada vez mais ganhei o jeito e o amor por cozinhar acho que é uma das coisas que dá-me bastante criatividade e posso estar á vontade para misturar todos os tempêros que acaba por correr sempre muito bem.

16- Os nossos pais tem sempre razão.
A vida adulta não é fácil, mas é engraçada como toda ela se desenrola.

17- Passei amar as promoções nos supermercados.
Antes eu não ligava muito a isso parecia não fazer muita diferença, mas assim que descobri que faz toda a diferença na minha carteira aprendi aproveitar melhor as promoções.

18- Quando temos problemas não vale a pena estressar.
Ás vezes existem problemas pequenos que nós fazemos com que sejam maiores, mas não faz nenhum sentido porque sendo pequenos ou grandes todos são para ser resolvidos no tempo certo.

19- Consciência.
Aprendi a querer andar com a minha consciência leve sem precisar de questionar nada.

20- Gatinhos.
Aprendi amar mais os meus gatos da maneira como eles são, sendo lunas ou lunos.
Digo isto porque descobri a uns meses atrás quando fui a veterinário que a minha gata "luna", afinal é um gato então eu continuo a chamar ele de luna porque ele não quer saber, mas sabe que a mãe dele gosta mesmo muito dele.

21- Café.
Antes eu não percebia do porquê das pessoas quase colocarem o café quase numa tribuna, mas desde que comecei a trabalhar aprendi que o café é necessário na minha vida e que é muito bom quando acompanhado com uma fatia de bolo.

22- Comer.
Eu amo comer e vou continuar a fazer isso porque eu não vim ao mundo para privar-me de provar todas as coisas boas providenciadas por um ser superior.

23- Dormir.
A minha cama é tudo o que mais quero neste momento e aprendi que uma boa noite de sono com os telemóveis e tablets no silêncio é uma das melhores coisas que ajudará a ter um dia mais produtivo e feliz.

24- Finalmente, a felicidade!
Aprendi a ser feliz, a não levar a vida tão a sério, aproveitar cada momento.
Aprendi a exigir menos pelo dia seguinte porque isso faz com que não pare para aproveitar o dia que talvez possa ser o último dia da minha vida, quem sabe.
E hoje mesmo fazendo anos enquanto vou trabalhar irei arranjar um jeito de aproveitar o dia e divertir-me!

Espero que tenham gostado!

E muitos parabéns para mim!


5 comentários:

  1. Eu com 25 anos também me revejo nessas tuas aprendizagens e sinto que aprendemos cada vez mais a fazer boas escolhas para vivermos mais tranquilas. Beijinhos*

    ResponderEliminar