quinta-feira, 14 de julho de 2016

Uma carta aos meus 16 anos


Olá Noemi!
Finalmente, fizeste os teus 16 anos e nesta altura da tua vida irás descobrir coisas que não estavam ditas para acontecer, mas aconteceram porque tu tinhas que aprender dessa maneira.
Tu és uma menina linda, delicada, inteligente e sobretudo muito teimosa e foram muitas vezes a tua teimosia que levou a tomar decisões erradas.
Eu sei que a religião está a aborrecer-te porque vês os teus colegas a fazerem coisas que também queres fazer, sentes que tens que estar mais como uma obrigação do que por vontade própria.
Também conheceste um rapaz e pensas que ele vai ficar contigo para sempre, sqn.
Meu amor, tu só tens 16 anos e não sabes nada da vida e pensas que já sabes e podes decidir as coisas por ti.
 Vou adiantar dizer que tudo vai parecer perfeito só que ele vai magoar-te tanto que vais ficar parada no tempo a tentar esquecê-lo e prejudicar a tua saúde.
As noites que irás perder em culpar a tua família por não terem ficado juntos, na verdade se a vossa relação não resultou é porque foi melhor assim.
Não escrevas mais textos deprimentes, não oiças músicas, não corras mais por ele porque na verdade ele não quer saber mais de ti.
Tenho de avisar-te que da forma mais ruim ele vai deixar-te marcada para sempre, a culpa não é tua, mas possa ser que com isso ganhes juízo.
Podes estar chateada com o mundo inteiro, mas isso não vai resolver nada até só vai piorar.
Não discutas tanto com a tua mãe nem te comportes como se a odiasses porque na melhor fase em que vocês estiverem mais unidas ela irá embora sem poder dar-te um último abraço porque eu tenho a certeza que a última imagem que ela teve foi de ti e do teu irmão porque ela vos ama muito.
Vive mais não tentes tirar a tua vida como se fosses Deus porque tenho a certeza de que se sobreviveste todas essas vezes é porque ainda podes mudar.
A tua rebeldia só vai contribuir para as pessoas falarem de ti, fazerem boatos e fazerem o que querem de ti por culpa tua porque és demasiado ingênua e não consegues perceber que as pessoas vão usar-te e tu é que vais acabar com uma má fama.
Prepara-te que as pessoas da religião vão pôr de parte por teres namorado com alguém que não era da religião, por isso não vale a pena viveres revoltada com o facto de que os teus amigos com quem cresceste hão de olhar para baixo e nunca mais cumprimentar-te.
Não vale a pena chorares por não chegares de madrugada a casa porque daqui uns anos vais preferir ficar em casa a ler um livro ou ter um blog que dará muito mais prazer.
Não andes a dar o teu número de telemóvel, meu deus que desespero que ter amigos tem calma e irás ver se eles serão teus amigos nos piores momentos.
Tudo o que fizeres agora não será esquecido, queres fazer melhor que isso que estás a fazer.
Pará com as dietas malucas e vontade de ser magra a todo o custo, o teu corpo vai mudar, tu vais crescer e agradar apenas a pessoa que vai te amar.
Os teus 16 anos serão a idade que mais irão marcar pela a quantidade de pessoas que entraram e sairam da tua vida.
Não tenhas pressa de conhecer o amor que irá ficar contigo de verdade, nem com os amigos que deixaram de falar contigo.
O amor da tua vida irá a aparecer respeitar-te e passar a mão na tua cabeça nos piores momentos da tua vida e ele vai dizer-te: " Mor vai tudo correr bem, nós vamos conseguir fazermos isto juntos".
Vive a vida, tu és jovem!
Tem juízo miúda!




2 comentários:

  1. Olá meu bem, como vai?
    Eu achei o texto perfeito, eu realmente amo esse jeito de escrever.. me lembra Portugal e eu amo Portugal <3 Sabe, eu acho que fui bem adiantada quanto a aprender as lições da vida porque eu só tenho 12 anos e tenho plena consciência dos meus atos e das consequências. Não tenho medo de errar, nem de quebrar a cara, eu acho que isso faz parte. Mas eu sei que nada mais vai me fazer perder tempo, porque as coisas ruins se vão e as boas ficam, então não vale a pena chorar por algo ruim.
    Amei o texto <3

    Beijos || visite o Valentinices ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Valentina fico muito grata por apreciares a minha maneira de escrever e sim este é um texto em reflexão aos meus 16 anos e que eu gostava que tivessem dito.
      Mas cada erro é uma lição.

      Eliminar