terça-feira, 15 de março de 2016

No Patience, Anxiety and Sadness


Eu estou numa semana muito má, em que vivo ansiosa, sem paciência e com muita tristeza.
Para quem conhece e segue o meu Facebook pessoal sabe que recentemente estou a passar pelo luto devido ao falecimento da minha mãe algo que está a perturbar bastante.
Eu não tenho como hábito escrever sobre estas coisas tão pessoais, mas estou basicamente a pedir ajuda e dicas dos meus leitores que são também meus amigos e uma família que encontro aqui todos os dias.
Gostava de ultrapassar estes meus momentos de pensamentos muito negativos tais como questionar a minha vida, que é uma questão que assusta todas as pessoas a minha volta porque não é nada bom.
Eu sinto que com tantas ideias que tenho aqui para o meu blog, eu sinceramente não sinto qualquer motivação para publicar e tentar dar alegria ao meu cantinho.
Basicamente eu sinto como se não fosse a mesma Noemi que estou a entrar numa nuvem cinzenta de tal maneira que daqui a pouco não sei  como sair dela.
Eu odeio negativismo na minha vida, mas não tenho sido outra coisa a não ser, ser negativa comigo mesmo e com a vida.
Eu sei que a vida não acabou, estou viva, mas não consigo encontrar as boas coisas da minha vida e sinto-me parva porque sei que não estou bem e eu não escolho estar assim.
E tenho medo porque o meu objetivo não é afastar as pessoas que mais gosto, mas sim o contrário.
Enfim, nunca pensei escrever explicitamente o que estou a sentir, mas é apenas um desabafo.
nono

4 comentários:

  1. Mas a pessoa nunca fica a mesma. O que aconteceu muda o trajecto de qualquer pessoa, muda a maneira de pensar de qualquer pessoa. Eu sei que falar e dizer "tenta ver o lado positivo" que é cliché e já ouves isto todos os dias - mas onde está o lado positivo quando se perde a mãe ou o pai? Não era suposto ficarem a nosso lado até sermos adultos formados? Era suposto.
    Vês-te obrigada a crescer mais depressa porque a vida (não foi bem isto e ambas sabemos) assim o quis, mas moça... Não estás sozinha! Não leves tudo sozinha a teus ombros, sempre que precisares de falar, fala - o essencial é seres compreendida, o essencial é sentires que não estás só e que tens quem te ajude.
    São momentos negros mas tu és forte e tens um exemplo que irá ficar contigo para sempre, pensa e guarda tudo o que ela te ensinou, porque é isso que te vai fazer ver nos momentos mais negros, uma luz.
    Beijinho *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca saberei agradecer o facto de apoiares tanto e estares sempre presente num momento tão díficil da minha vida.
      Eu gosto muito dos teus conselhos e serão sempre guardados com muito carinho, eu espero continuar a desenvolver esta amizade que só faz bem.
      Deveria falar mais e desabafar mais para conseguir tirar toda esta frustação, mas até conseguir fazer isso sei que levarei algum tempo.
      Beijinhos!

      Eliminar
  2. O melhor conselho que te posso dar é: tem calma amanhã tamos a receber :D
    Uma piada claro. Mas tenta viver o dia a dia no presente. Nunca é fácil perder algum familiar muito próximo, eu nem quero imaginar quando forem os meus avós que pra mim são como se fossem meus pais. A minha mãe também já faleceu quando eu era pequenina, como tu sabes. O meu pai nunca foi presente, os meus avós deram-me tudo o que tenho mas nunca foram os pais que nos entendem (não viveram os nossos tempos)... Por isso eu entendo o que isso é, e o melhor que te posso aconselhar é fala, não guardes nada para ti. As emoções não são para guardar, são para viver e deixá-las ir. Força e vive o dia a dia no presente. O objetivo não é vivermos sempre no auge, sabermos que a vida tem altos e baixos, e sabermos passar por eles com calma. Pratica yoga, pode ser que ajude.
    Por último, (é dificil, eu sei) mas não te foques nos problemas, foca-te em soluções! :)
    Um grande beijinho no teu coração *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada aninhas. Realmente já recebemos e já podemos engordar um pouco e fico feliz por ter deixado essas palavras tão boas aqui no blog.
      Seria bom aplicar algum tipo de meditação para libertar isto tudo que estou a sentir.
      Beijinhos!

      Eliminar