domingo, 26 de abril de 2015

És só mais uma fantasia - Episódio 10

Era uma felicidade tudo completava-se, mas faltava coragem.
Não tinha tempo para viver amores com humanos, preferia saber que ele estava ali real diante de mim e mesmo assim confortar-me comigo mesma.
Estava cansada de mendigar por amor, não necessitava disso, não necessitava de aceitar em estar em algo que fazia bem, mas que era temporário, não passavam de recordações.
Do que valia vestir as T-shirts do Valentim, cantarmos músicas de anos 90 na cama, de partilharmos momentos íntimos da vida, de fazermos amor e de seguida tomar banho juntos e receber abraços durante o banho com a água cobrindo os nossos corpos de pureza, agarrar-me e beijar em público.
Não valia nada eu ia apegar-me a todos estes momentos e como diz a Alanis Morissette: " isto é tão irônico", iria apegar-me e o Valentim inconscientemente ia dar cabo de mim.
Todos fazem o que querem talvez porque eu deixo, todos amam, odeiam, saciam de desejo e ainda questionam, eu não posso apenas sentir e não ser algo recíproco.
É uma ilusão e os pensamentos das pessoas ainda melhor.

nono

Sem comentários:

Enviar um comentário