quinta-feira, fevereiro 21, 2019

Gostinho de felicidade

Num mundo de infelizes, de promessas garantindo felicidade e de pequenos ultimatos de esperança, chegas tu sem promessas e fazes-me feliz.
 No meio desse mundo infeliz aí achei que realmente posso ser feliz, posso saborear um pouco desse gostinho. 
Deixo-me levar por essa onda de protestos na minha cabeça e questionamentos, mas com um sorriso enorme, coração cheio, pele macia e agradecida.
Estou grata meio tremendo em poder sentir-me bem de novo, em poder ser essa mulher que sou, sem medo. 
Apenas feliz, grata pelo abraço, grata pela preocupação, a saudade e a presença forte de mais para aquecer a minha alma, acalmar a minha voz, adormecer a minha mente e querer acordar de novo e estares aqui. 
É isso!

3 comentários