domingo, fevereiro 10, 2019

Alma



A minha boca sente-se só com um pouco de apetite de poder alimentar-me de uma alma.
Tenho vindo a perder as forças com a falta de um abraço gostoso de arrepiar-me a espinha e trazer-me á vida de novo.
Os meus olhos suplicaram pelos os teus olhos não se apaixonaram por outros que não sejam os meus.
Desejo que o nosso olhar se cruze por uma vida inteira sentindo o teu toque tanto fisicamente como psicologicamente tudo o que eu desejo é apenas estar presente em algum lugar teu.
És meu, só mesmo quando as chegadas e as partidas passam constantemente por nós enquanto, eu tento resgatar o tempo perdido longe um do outro, do beijo, da tesão que ainda está em nós.
Mesmo não podendo estar onde estás agora, sei que sempre irei ser a mulher que irá pernoitar contigo todas as noites.
Assim, quero que leves o meu amor, quero que antes então eu te possa amar, quero que sejas o meu cuidado, meu abrigo, o meu último abraço...

Sem comentários

Enviar um comentário