sábado, fevereiro 10, 2018

Procurei-te a noite inteira

Procurei-te na minha cama a noite inteira até encontrar-te e pedir-te para ficares parado com os olhos arregalados no meu corpo enquanto escovava o meu cabelo e despia a lingerie em poses sensuais esperando que fosses desejar.
Quis perceber o porquê de conseguires viver longe do meu corpo por tanto tempo?
Enquanto vês-me rebolar na tua cara, levo cigarro á boca e deixo queimar os meus lábios com apenas um bafo esperando que tu venhas curar a queimadura com os teus lábios.
Acredita que mais ninguém consegue mexer assim comigo, e fazer-me tornar numa prevertida, mas é deste meu jeito que tu gostas.
Esta noite quero fazer tudo certo, quero ser a tua amante fazendo todas as posições unindo todos os pontos essenciais do nosso corpo.
Vivemos a tanto tempo nesta pequena mentira pensando que iria durar para sempre sabendo que só queremos fazer tudo aqui e agora.
Sempre que precisaste de mim eu estive lá para ti arranhando as tuas costas, beijando o teu corpo e fazendo o teu dia ainda melhor.
Até enchi a banheira coloquei umas velas com aroma a frutos de vermelho, um aroma que combina tanto com o que andamos a fazer, uma mistura de desejos e tesões.
Teremos a casa para nós como sempre, mandei evacuar o prédio para que os vizinhos não oiçam a nossa magia.
Sinto a tua mão lentamente passando pelo meio do meu peito fazendo sobressaltar os meus mamilos redondos que fazem parte de um peito imperfeito, mas que deseja o teu toque.
A tua outra mão aperta as minhas nadégas e eu sei como gostas delas mesmo com a celulite presente e a sua forma irregular.
Não tenho a perfeita cintura de violão, mas encontramos um jeito das tuas mãos encaixarem na perfeição chego a pensar que talvez todo o teu corpo foi feito para encaixar no meu.
O meu pescoço contorce só de sentir a tua respiração e os meus ouvidos estão á espera das mentiras que contas nos meus ouvidos quando fazemos amor.
Apetece-me rebolar ao som da música que temos de fundo enquanto coloco as minhas mãos em torno do teu cabelo e puxo todo ele para mim vendo os teus olhos apreciando cada movimento.
Os meus lábios avermelhados não aguentam ficar sem pronunciar o teu nome e com vontade de pedir-te constantemente que não pares de fazer o que estás a fazer e faças este tempo juntos valer a pena contigo.
O meu cabelo não é o cabelo comprido desejável, é volumoso e encolhe com a espuma que está a nossa volta, mas mesmo assim tu calas a minha boca com o teu beijo quando eu acho que não sou bonita o suficiente.
Depois de acabarmos com a nossa sede, eu visto a minha t-shirt, umas meias até ao joelho agarro a tua mão e peço para te juntares a mim no sofá para vermos um filme juntos e adormercermos nos braços um do outro.

8 comentários

  1. Textos sempre tão perfeitos :) Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Meu Deus, tu escreves tão bem! Adoro! Continua assim.
    Beijinhos
    www.beatrizcouto.com

    ResponderEliminar
  3. É exatamente isso :) Vale muito mais do que termos frio :P

    Já tinha saudades da tua escrita que é tão intensa como sempre :)

    NEW CITY BREAKS POST | AZORES: THE MOST INCREDIBLE VIEW <3
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Miguel. Espero continuar a escrever por aqui. Beijinhos!

      Eliminar