sábado, 9 de setembro de 2017

E assim passou-se um dia...



Hoje saí á janela apenas para espreitar e saber quem lá estava a minha espera.
Na verdade, já tinha feito isso algumas vezes e não pairava ninguém na berma da minha janela onde eu costumava despertar a minha imaginação.
Por vezes, o céu mantinha-se estrelado como toda gente desejava colocar um nome a cada estrela, mas mais aquelas que sorriam com olhos.
Despertavam em mim um turbilhão de janelas abertas, um futuro próspero e cheio de esperança.
Já sob o céu iluminado com os raios de sol e uma imensidão do céu azul instalava a minha paz nele enquanto observava tudo ao meu redor ficava ligeiramente com uma vontade de chorar sem saber definir se estava feliz ou não.
O meu coração estava demasiado despedaçado para tentar perceber o sentido das coisas ou como deveria realmente encarar a realidade.
Aquelas pessoas que via da minha janela tinham as suas vidas demasiado ocupadas e cheias de histórias para contar, algumas pessoas eram verdadeiras, outras tinham seus maus feitios e outros não aceitavam o seu mau carácter e preferiam assumir que a sua vida corria bem.
Era o que fazia todos os dias até sair á rua e poder estar perto da natureza e apaixonar-me pelo tempo e pelas palavras que trocava com as pessoas que amava.
Descia a rua em direção aqueles prédios azuis combinados de riscas brancas que tinham um certo toque de Amesterdão, ainda não estive lá, mas é mais um sonho.
Encontrei o meu amor esperando por mim tomando o seu abatanado com três pedras de adoçante.
Sempre achei ele deslumbrante, mas com o passar do tempo ele ficava cada vez mais atraente.
Felicitei- o com palavras doces e um beijo na face, perguntei como foi o seu dia e passamos horas e horas na "galhofa", pensávamos que conseguiámos comportar-nos como adultos, mas mais pareciámos umas crianças.
Despedia o meu amor e voltava para casa, descalçava os meus sapatos e andava de meias no chão, fechava as cortinas, deixava-me nua, e por fim, assistia televisão com um gelado de caramelo.
E assim passou-se um dia...

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Ás vezes num dia chato conseguimos ver tantas coisaa bonitas que podem torná-lo mais especial.

      Eliminar
  2. Tão doce esse dia! É mesmo bom ver sempre tudo o que há de bom *.*
    Beijinhos,
    Blog An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook
    Youtube

    ResponderEliminar