quinta-feira, 14 de abril de 2016

Mente depressiva




Quando não estou nos meus dias, quando discuto com alguém,quando oiço uma música mais triste, quando penso nas perdas que já tive, quando penso em todos os falhanços, quando penso que não vou ser nada aos olhos da família, quando penso nos amigos traidores, quando penso que talvez não vou conseguir publicar um livro.  
Quando penso na dor de não ter uma mãe do meu lado.
Quando penso que acham que sou irresponsável, quando acham que não estou na faculdade por desleixo, quando acham que nunca vou mudar a minha personalidade, quando acham que nunca vou ser dona de casa exemplar, quando acham que nunca vou ter o casamento para celebrar e relembrar, quando penso que não posso confiar nas pessoas que pensei que podia confiar.
Quando penso que não vou agradar as pessoas por mais bem que faça, quando penso que pensam que não tenho objetivos de vida.
Quando penso em quantas vezes fico a silenciar a minha mente de poder pensar e escrever livremente.
Quando penso que vou passar a vida enfiada em hospitais em mais exames, análises, estudos, máquinas, radiações, operações.
Penso em desistir, esqueço tudo de bom na minha vida.
Penso em morte, depois de tudo isso, penso em dar fim a minha vida.
Penso que não vou conseguir.
Penso que todos vão odiar, mas que não vou saber.
Que todos vão dizer fui egoísta e talvez mereça estar no inferno.
Eu choro até secar todas as lágrimas, digo para mim que não é isto que eu quero, que eu não sou nada do que permito que a minha mente pense.
Tento sorrir.
Ouvir a música mais alegre.
Falar com amigas que nunca vi, mas não deixo de ter carinho por elas.
Beijo o meu namorado e abraço-o e faço com que não tenha medo que cada beijo seja o último.
Leio blogs.
Escrevo.
Sonho.
E não desisto.


nono

4 comentários:

  1. Tocaste-me com esse texto. Força nisso! Escrever é uma otima terapia. Eu sou péssima com palavras mas a escrever liberto tudo o que tenho dentro de mim.
    Continua com o pensamento positivo :)
    Beijo grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada fico muito contente por teres gostado.
      Eu aprendo cada dia que eu liberto muito da minha frustação a escrever e sinto um alívio mesmo muito bom.
      Beijos!

      Eliminar
  2. Tocaste-me com esse texto. Força nisso! Escrever é uma otima terapia. Eu sou péssima com palavras mas a escrever liberto tudo o que tenho dentro de mim.
    Continua com o pensamento positivo :)
    Beijo grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu que o diga. Escrever ajuda-me a libertão toda a tensão no meu corpo é um alívio fantástico.
      Obrigada!
      Beijinhos!

      Eliminar