domingo, 27 de março de 2016

No dia que fizeste tua


Sentia desejo, mas sentia medo.
Eu sabia que havia algo que nos unia que não era estranho, nem anormal era natural.
Eu desejava beijar-te pela primeira vez, mas não sabia se devia avançar para esse passo tão importante.
Tu sabias que alguma ideia corria na minha mente é por isso que não deixavas de olhar para mim como se quisesses que explicasse o que andava por ali a pensar.
Lembro-me tão bem do caminho para casa foi o mais longo e divertido de todos, eu estava mesmo muito nervosa.
Meu Deus, eu queria beijar-te tanto e nem imaginas como.
Eu sentia uma tensão muito forte entre nós, mas fizeste toda essa tensão desviar e foi quando eu caí nos teus braços, senti exactamente quando puxaste-me pelas ancas e desde aí deixei de pensar.
 Digo que ser beijada assim como os filmes é vida porque não acontece todos os dias.
Desde o primeiro beijo já sabia que seria um passo para um recomeço nas nossas vidas, não há pormonores mais detalhados do que dizer que fizeste sentir tua, tão tua.
Será que podemos repetir esse beijo todos os dias?
nono

2 comentários:

  1. Simplesmente apaixonada por cada detalhe deste texto ! É tão sincero :)

    Que a vossa vida seja repleta de momentos assim, cheios de paixão, arrebatadores, rebeldes, amorosos, inesqueciveís !!

    Beijinho grande ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, eu acabo sempre por trazer a minha lamechice aqui para o blog e quero ter uma vida cheia de paixão kkk.
      Beijos!

      Eliminar