sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

A lolita foi à lua



A lolita era uma rapariga vista como alguém muito melancólica, muito pálida e com uma inocência que tinha sido tirado enquanto era nova.
Ela não tinha casa nem sítio para onde ir, então ela foi á lua.
Porquê á lua?
Ela foi á lua porque lá era apenas universo, aquele universo em que ela não se comparava com as meninas da terra, ela teria orgulho pelo seu cabelo e uma pele negra, mas com um ar pálido, ela não se entregaria á perfeição, mas abraçaria todos os seus sinais que para os outros parecia anormal.
A lua dizia para ela que não podia mudar ela, mas podia fazer ela habituar-se a si própria.
A lua dizia que não era a roupa que dizia quem ela era, mas que fazia parecer quem ela não era e que roupa só serve para ser vestida.
A lolita preferia viver na lua livre de preconceito e orgulhosa e ouvir que era bonita.
Enquanto ela estava na lua ela sentia que finalmente era atriz e a escritora da sua história que tinha sido manchada.
Na lua ela via a sua evolução e a sua aceitação, ela fazia com que os outros não desenhassem quem ela não era e ela não tivesse que provar nada a ninguém, mas simplesmente ser ela própria.
A lolita tinha que perceber que era linda e tropical, era radiante e inesquecível, era pura e doce e era lolita que foi á lua porque a Terra era tudo o que ela não era.

nono

Sem comentários:

Enviar um comentário