quarta-feira, 8 de abril de 2015

És só mais uma fantasia- Episódio 2





Naquela tarde em que estava sentada num banco celebrando a minha primavera, tudo acabou por mudar.
O céu ficou tão cinzento passei a ser apenas uma cor no meio da escuridão, chovia tanto e nem um guarda-chuva eu tinha.
Corria, corria e corria, só queria chegar a casa, tirar aquela roupa molhada, mas ia tão apressada que não via o que estava a minha frente, acabei por tropeçar e acabei com a minha cara esparrachada no chão cheia de lama.
Um rapaz chegou-se ao pé de mim e perguntou:
- Estás bem? Precisas de algo? - com um sorriso no canto dos lábios.
- Que pergunta, achas que pareço bem? Não olhes para mim! - respondi com uma voz parecendo ofendida.
- Eu só quis ajudar-te, deixa-me ajudar-te estás toda suja. Posso ajudar-te a chegares a casa?
- Não! Vai-te embora não quero a tua ajuda, nem que acompanhes a lado nenhum!
- Eu insisto!- exclamou ele pensando que eu iria ceder
Entretanto, eu com minha teimosia decidi seguir em frente e nem olhar para trás, juro que não suportava sentir a lama secar na pele como se tivesse feito uma máscara de argila verde.
Assim que cheguei a porta de casa procurei tirar as chaves do bolso das minhas calças, olhei pelo canto do olho e lá estava o rapaz a olhar para mim do outro lado da estrada, é estranho.
Entrei rápido pelo prédio a dentro quando ia fechar a porta ele colocou o pé impedindo de fechar, olhei para ele como estivesse realmente ameaçar e ele perguntou:
- Qual é o teu nome?

Continua...

nono

Sem comentários:

Enviar um comentário